Entrevista com blogueira – Mariana Paixão

Olá pessoas, tudo bem?

A partir de hoje, todo dia 10 de todo mês haverá uma entrevista aqui no blog com uma dona de algum blog literário. Por que? Porque além de com certeza elas terem muita coisa pra dizer, sem elas, nós, escritores, não seríamos nada porque, muitas vezes, os leitores se animam a ler algum livro por causa do que lerem em blogs.

Vou começar com a Mariana Paixão, do blog Muito Pouco Crítica.E digo: não tinha como ser outra pessoa. A Quando lancei meu primeiro livro, Queria Tanto, eu não era conhecida, obviamente (não que hoje eu seja). Portanto, foi uma baita surpresa quando, buscando o nome do livro no Google, meu namorado encontrou o blog da Mary e nele um vídeo onde ela falava do meu livro. Achei tão TÃO legal que tive que falar com ela! Depois disso, ela já me convidou pra fazer entrevista no blog dela, resenhou o Queria Tanto e, mais recentemente, o Coisas não ditas. Como ela é de Recife, achei que nunca a conheceria pessoalmente, mas ano passado a gente se esbarrou na Bienal aqui do Rio e ela é uma fofa, super simpática!

Eu e Mary na Bienal ano passado.

Eu e Mary na Bienal ano passado.

Enfim, vou parar de falar! Vamos à entrevista!

1. O que te levou a criar o blog?
As críticas da minha família! Todo mundo sempre falava que eu deveria ler algo que fosse mais do que ‘as besteiras que eu lia’. Resolvi criar o blog pra mostrar que cada coisa que eu lia refletia um pouco do que eu sentia e sempre me adicionava algo mais. Não consegui provar meu ponto pra minha família (risos), mas consegui um monte de outras coisas que fizeram valer a pena.
2. Qual resenha mais gostou de fazer? E qual teve mais visibilidade?
 
Adoro falar de todos os meus livros favoritos. Gostei muito de escrever sobre “Tudo o que é Sólido Pode Derreter”, do Rafael Gomes. A que teve mais visibilidade foi, sem dúvida, “A Culpa é das Estrelas”, do John Green.
3. O que de mais positivo o blog te trouxe?
 
Poxa, tantas coisas! O blog realmente mudou minha vida! Mas acho que foi o fato de elevar minha paixão por livros a um patamar tão alto a ponto de eu querer que minha vida inteira gire em torno de livros, trabalhando com eles. Ser paga pra ler livros, quer vida melhor? Esse é meu sonho, meu futuro, minha meta de vida, e tudo por causa do blog.
4. Quais livros tiveram mais impacto em sua vida e por que?
 
Dentre vários, “O Mundo de Sofia” e “O Dia do Curinga”, ambos do Jostein Gaarder, foram dois livros que me impactaram muito logo quando eu, bem, me descobria como gente (risos). Ambos me fizeram ver o mundo com outros olhos, de maneiras diferentes.
5. Você costuma ler mais autores estrangeiros ou nacionais? E para você, quais são as principais diferenças e semelhanças entre os autores nacionais e o estrangeiros?
Costumo ler mais estrangeiros. Acho que a diferença principal é que os autores estrangeiros, principalmente americanos, que tem mais visibilidade no mercado daqui, têm uma melhor preparação editorial por causa da presença do agente literário. Acho que a semelhança principal é que todo autor, de qualquer lugar do mundo, escreve sobre aquilo que conhece, que fascina ou que dói. Ou tudo junto.
6. Quais são seus autores nacionais favoritos?
 
Nick Farewell, Jim Anotsu e Bianca Briones.
7. Para você, qual o papel da literatura na vida de uma pessoa?
 
Gerar conhecimento. Sobre um assunto específico, sobre as pessoas, sobre a vida, sobre o mundo. Queira saber algo, procure e com certeza você achará um livro que foi escrito sobre aquilo que você quer saber.
8. E qual o papel da literatura na sua vida?
Literatura é o que me ajuda a passar os melhores e os piores momentos da minha vida.
Mary cheia de coisa pra dizer, né? Obrigadão pela entrevista, querida!
E vocês tem alguma sugestão de blogueira literária? Falem pra mim!
Beijocas e até o próximo post!
PS. Copiando os dizeres de minha amiga Clarissa do blog Uma Garota Carioca (vão no blog dela, é o máximo!), deixem comentários, é muito importante pra mim ter o feedback de vocês!

2 comentários sobre “Entrevista com blogueira – Mariana Paixão

  1. Muito legal sua iniciativa, Livia, é comum os blogs de resenhas abrirem espaços para os autores, porém não tão comum os autores reconhecerem seus leitores que curtem e divulgam seu trabalho… Então, as duas estão de parabéns!

    Ps.: acabei hoje de ler o Queria tanto e já encomendei o Coisas não ditas, em breve quero escrever uma resenha sobre eles! 😉

    Beijo,

    Clá

  2. Eba! Feliz de saber que vc já vai ler o Coisas não ditas! Eu, pessoalmente, prefiro o Coisas não ditas ao Queria Tanto, mas Alice Maria sempre vai ser especial pra mim, claro.
    Quanto a entrevista, foi exatamente por causa disso que fiz, por eles nos ajudarem tanto. Acho que mais que merecem um espacinho só pra eles, né?
    Beijocas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s