Histórias de Amor (Liberal Arts)

Liberal Arts (no original) é o tipo de filme que eu gostaria de ter escrito. Totalmente meu tipo de filme. Sabe aqueles filmes que te deixam com um sorriso durante toda a sua duração – e no final o sorriso continua?

Primeira coisa que me chamou a atenção foi o poster. Ele tava ali, pequenininho, na tela do Now da Net, mas tinha um elemento que parecia berrar pra mim. Um livro.

liberal-arts-dvd-cover-92

Poster do filme.

Livros. Páginas. Sempre que tem um filme tem relação com livros, com escrita ou qualquer coisa assim eu quero ver. E o fato de ter a Elizabeth Olsen no elenco também foi um dos motivos de eu querer ver, porque tô há décadas querendo ver um filme com ela, que virou a nova queridinhas dos filmes independentes. Queria MUITO ver como a atuação dela difere das irmãs, Mary Kate e Ashley, que super fizeram parte da minha infância (sim, eu amava os filmes das gêmeas Olsen! Era super fã delas). E ela realmente atua de um jeito bem diferente das irmãs, mas também, o estilo do filme é totalmente diferente dos filmes que as irmãs faziam.

Quando apertei “play” e a primeira cena que me apareceu foi do Josh Radnor (pra quem não tá ligando nome à pessoa, ele é o Ted de How I Met Your Mother), aí fiquei mais feliz ainda! E a medida que o filme transcorria eu ficava mais feliz.

Além de leve, tranquilo e com imagens claras, que acho que contribuíram muito pra deixar o filme leve, ele também te faz pensar. Pelo menos, ME fez pensar.

Ele é, basicamente, uma história sobre o amadurecimento. Todos os personagens, e não só o principal, estão em alguma fase desse processo. Eu sempre fico com medo de escrever demais e acabar dando spoiler, mas tem personagem muito maduro para a idade, tem outro que é bem mais velho e se sente como um adolescente, tem os “normais”, que se sentem – e agem – com a idade que tem, mas que, às vezes, não estão muito feliz com o rumo que suas vidas tomaram, e por aí vai.

liberal-arts-2

Eizabeth Olsen e Josh Radnor.

O legal é que dá pra se identificar muito com o filme e pelo menos algum personagem. Eu super me identifiquei com o personagem principal, Jesse, aquela pessoa que meio que vai levando a vida pelos caminhos que a vida o levou (e não por uma escolha), e que está entre se agarrar nos seus sonhos e desistir deles e ser adulto. Mas que não consegue esquecer a melhor época que passou. No caso dele, a faculdade, para onde ele volta para participar de uma festa de despedida de seu professor favorito. Então ele conhece Zibby (amei esse apelido, quero colocar o nome da minha futura filha de Elizabeth só pra chamar de Zibby. Ou então nomear meu cachorro assim), estudante atual da faculdade, que tem 19 anos, com quem começa uma amizade. E essa é a premissa principal.

É um filme muito real, e as atuações estão super naturais. Às vezes, os atores são bons, mas a atuação parece forçada. Em Liberal Arts (desculpe, mas não dá pra chamar pelo nome brega que colocaram aqui no Brasil) isso não acontece. Ponto pro Josh Radnor, que também dirigiu o filme. E tudo flui de uma forma tão natural que não cansa, quando você vê, já acabou, é um filme muito gostoso mesmo. Mas não vão por mim, assistam o fime pra ter a confirmação. 😉

Ah! Outra coisa que gostei muito foi do personagem do Zac Efron. Ele tá crescendo muito como ator, e interpretando personagens dos mais diversos. E o Nat é bem diferente mesmo. Ele aparece bem pouquinho, umas duas ou três vezes, mas a interação que tem com Jesse é super importante. É como se fosse uma consciência – uma consciência meio hippie, mas ainda assim, uma consciência. Deixo vocês então com uma foto de Zac Efron no filme e a fala que mais gostei (e até copiei e coloquei na minha parede).

liberal arts quote

Histórias de Amor (Liberal Arts)

Direção e roteiro: Josh Radnor

Com: Josh Radnor, Elizabeth Olsen, Zac Efron, Ricjard Jenkins, Allison Janney, Elizabeth Reaser, John Magro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s