Coisas não ditas – Parte “não faço ideia”

Pensei em várias coisas pra escrever aqui hoje: café (não lembrei do nome do último que fui), filme (foi meu último – bem, últimos – tema), política (blé!), e lembrei que prometi uma coisa há um tempão e esqueci de fazer. Falar mais sobre o Coisas não ditas. Não que vocês se importem, ou queiram, mas vou falar mesmo assim. Tem quem diga “Livia, você não pode falar assim, você tem que falar como se todos se importassem com seu livro, você é uma autora, blá blá blá”. Mas eu tava sendo tão não-eu aqui, fingindo que eu acreditava que as pessoas queriam MUITO saber de tudo sobre meu livro. Não é verdade. E não vou mais mentir ficar mentindo, vou ser eu e falar o que penso, afinal, é meu blog. Mas vou falar de Coisas não ditas anyway.

Das últimas vezes falei dos garotos e da Lucie, e de quem era a inspiração para cada um desses personagens. Hoje vou falar da Graziela, da Luciana, da Vitória e do Dr. Roberto (os outros personagens foram criados na minha cabeça sem inspiração de ninguém mesmo). Let’s start at the very beginning! (a very good place to start… Enfim, mania minha. Sou uma Noviça Rebelde nerd)

Graziela

Giovanna/Graziela

Giovanna/Graziela

 

Como ela é namorada do Dudu, que é o Tom, obviamente (para quem é fã do McFly, ou me ouve falando deles desde 2009) é a Giovanna Falcone (sim, eu sei que ela virou Giovanna Fletcher depois que se casou com Tom, mas o nome de solteira dela era tão mais bonito que me recuso mudar).

Eu gosto muito da Giovanna desde que comecei a virar fã de Mcfly e a buscar coisas sobre ele. Aí comecei a segui-la no Twitter e vi que ela é uma fofa. Hoje em dia, sou mais fã dela que do Mcfly, ainda mais agora que ela escreve e já lançou dois livros. O primeiro, Billy and me, achei bem chatinho, mas o segundo, You’re the one that I want, tô gostando bastante. Pena que não tem aqui no Brasil ainda, mas tem (em inglês) na Amazon pra quem quiser ler. A minha Grazi é como imagino que a Giovanna seja, super fofa, goofy, preocupada com os amigos, boazinha. O par perfeito pra Lucie, por serem tão diferentes. Não que a Lucie não seja fofa (NOT!), goofy e preocupada com os amigos! Já boazinha…

Luciana

Frankie Sandford/Luciana Vieira

Frankie Sandford/Luciana Vieira

 

Na época em que escrevi o livro, o Dougie Poynter (ou Noah) estava namorando a Frankie do grupo The Saturdays (e pareciam muito felizes, mal sabíamos que aquilo acabaria tão mal), portanto a Luciana é a Frankie, com esse cabelo aí do lado (é porque ela é meio camaleoa em relação a cabelo, quer dizer, usa curtinho e usa longão. Ok, não ttão camaleoa assim…) Fofa, né, gente? Bem, eu não tenho muito o que falar dela. Eu não seguia tanto ela quanto seguia a Giovanna na época (por Twitter), então só o que eu achava era que ela era uma menina legal por quem o Dougie era totalmente apaixonado, e foi isso que fiz no livro, o Noah é totalmente louco pela Lu. E o motivo dela estar sempre viajando em turnê é porque ela faz parte do The Saturdays, um grupo feminino da Inglaterra (que existe até hoje). Um clipe das Sábadas aqui. E eu realmente gosto dessa música! Mas a Frankie tá com cabelo grande (e linda) nesse clipe.

Vitória

thumb

Vitória Lima/Vicky Jones

 

A irmã do Rafael Lima é a irmã do Danny Jones na vida real! E é tão maluquinha e boa cantora e totalmente fã de festas como sua inspiração. Então, Vitória Lima é Vicky Jones – mas acho que ninguém tinha dúvidas quanto a isso. E aqui está um vídeo da Vicky cantando pra vocês verem como ela é boa.

Dr. Roberto

Ah, doutor Roberto… Quem não queria um médico como o doutor Roberto? Eu com certeza queria! Mas não porque ele é prestativo, atencioso, realmente se preocupa com seus pacientes (principalmente pela Lucie, por quem tem um carinho especial), e sim porque ele é assim, ó:

bacf0fa4

Não achou ele bonito não? E que tal essa?

e7bdeeec7e2dae5ad9760e5446fc3465

Ainda não te convenceu? Jura? Então, que tal agora?

Sexy Dr. Roberto!

Sexy Dr. Roberto!

Quando pensei em um médico pra Lucie, não tinha como não pensar no Jesse Spencer, quer dizer, no dr. Robert Chase, personagem de House que eu amava! Lá, nos primórdios da série, ele era meu personagem favorito – e não só porque era o mais gato. Tá, talvez por ser o mais gato, mas, anyway, eu amava o personagem e queria que ele fosse o médico da Lucie. Talvez, por ser mencionado que o dr. Roberto trata da Lucie faz tempo, as pessoas podem ter pensado que ele era mais velho, mas eu imaginei que ele estava no início de sua carreira quando começou a tratar dela, e ela já havia sido tratada por outros médicos até chegar nele, então também não era tão novinha. Então explica a idade dele, uns 30 e poucos, quase 40. E gato! Gato toda vida.  Gato! Ai, dr. Roberto, como eu queria que você fosse real…

 

Pronto, é isso. Se alguém tiver alguma dúvida em especial, pode perguntar nos comentários. Se não tiver, invente! Eu gosto de responder coisas. hehe

Beijocas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s