Star Wars novamente

Ê!

Então, ontem amigos e eu vimos o Episódio V de Star Wars: Star Wars – O Império Contra-ataca, que, sejamos francos, é um nome total sessão da tarde. E olha que esse é o nome original do filme (The Empire Strikes Back)!

Poster do filme.

Poster do filme.

*Contém spoilers!

Esse episódio tem mais ação. É basicamente a busca do Darth Vader pelo Luke, o Luke treinando para se transformar em o verdadeiro Jedi (pelo Yoda! Amei!), e os outros numa fuga implacável (me senti como uma narradora de comercial de sessão da tarde). Na verdade, é um verdadeiro fica-não fica da Leia com o Han Solo. Essa parte foi bem previsível: a Leia dizendo que não ama o Han e sim que gosta de Luke (pra quem sabe a relação de Luke e Leia, ver os dois se beijando é bem nojento), depois eles vão se aproximando, ela vê que ele tem qualidades, ele tentando provar que tem sim, mesmo em meio de brigas e discussões verbais, e depois, finalmente, a confirmação dela de que ama ele. Mas vou dizer que uma das cenas de que mais gostei foi a que ela diz “I love you” e ele diz “I know”, porque ela é uma chata! É tão na cara que ela é apaixonada por ele, e fica rebatendo ele o tempo todo. Cansa, sabe? Mas marido me disse que essa fala do Han Solo foi improvisada porque, depois de fazer a mesma cena 50 mil vezes, Harrison Ford já tava cansado e de saco cheio, e aí em vez de dizer “I love you too”, como ele deveria falar, respondeu “I know” e ficou tão tão foda que acabou ficando no filme. Mas claro que os viciados em Star Wars já deviam saber disso.

Porém, apesar de Leia ser bem chatinha, não podemos negar que ela é uma personagem muito importante para a história do feminismo, já que não é mais uma mulher que precisa do homem pra tudo e só consegue fazer algo quando o homem aparece. Ela não precisa ser salva por homem nenhum porque ela tem atitude, é líder, chega lá e faz. Não precisa de ninguém. Na verdade, talvez seja até por isso que relute tanto em aceitar que gosta de Han Solo, um cara totalmente narcisista e egoísta, e que vive enchendo o saco dela e sacaneando. Talvez ela ache que, se admitir que gosta dele, ela vai estar mostrando que precisa de alguém, e ela é muito independente pra isso. Mas enfim, chega de análises por hoje.

Princesa Leia e Han Solo.

Princesa Leia e Han Solo em uma de suas inúmeras cenas de discussão.

Achei o início longo demais, mas Raphael disse que eles tinham que explicar as cicatrizes do Luke de algum, porque o ator sofreu um acidente e ficou com marcas, por isso inventaram uma cena dele levando uma patada de uma espécie de Pé Grande ou Homem das Neves, o que justificava as marcas (que, pra falar a verdade, eu nem reparei que estavam lá). Mas depois que o filme engrenou, quando Han, Chewbacca, Leia e C3-PO fugiram na Millenium Falcon, e Luke e R2-D2 foram em busca de Yoda, foi bem legal. Adorei o Yoda engraçadinho, e ele é um fofo, né? Tão sábio, tão eu falando tudo ao contrário! Amo! Pena que apareceu pouco, apesar de ter um papel super importante. Espero que ele apareça mais no próximo filme (que era pra ser visto hoje, mas, pelo visto, não será. buááááááá!).

Luke Skywalker (ou Luke Andarilho dos Céus, como disse a Natasha) e Yoda.

Luke Skywalker (ou Luke Andarilho dos Céus, como disse a Natasha) e Yoda.

Dessa vez, os efeitos toscos ficaram mais aparentes. Tinha um animal chamado Tonton que dava pra perceber claramente que era um boneco, apesar de Yoda também ser e não ficar tão aparente assim. Os efeitos de corte de uma cena para a outra também são muito engraçados, parecem efeitos de PowerPoint, mas esses também estavam presentes no primeiro filme (Episódio IV). Mas sempre temos que lembrar que é um filme antigo (esse é de 1980) e que eles não tinham recursos. Mas, ainda assim, não dá pra conter os risos em algumas cenas.

Enfim, quero muuuuuuito ver o episódio VI, mas como só o Alexandre tem os filmes, sabe-se lá quando isso ocorrerá. Mas podem ter certeza de que virei aqui falar sobre ele depois.

Ah! Pra saber o que a galera que tava aqui em casa achou do filme, clique aqui. E eu sei que todos eles vão me matar por isso. Talvez não o Arry. 🙂

Beijos!

Galera de ontem: Raphael, eu, Alê e Natasha.

Galera de ontem: Raphael, eu, Alê e Natasha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s