Buenos Aires – Parte V

Hello, you all!

Eu sei, eu sei, tenho esquecido de postar coisas sobre viagens aqui, boohoo pra mim. Mas hoje eu estou aqui eu vivo esse momento lindo, e vou falar um pouco sobre os estádios de futebol de Buenos Aires. Sim, eu sei, parece que não é algo tão interessante, especialmente se você não é fã de futebol. Mas como uma não apreciadora de futebol, eu digo (e juro): visitar os estádios da cidade é sim um programão pra qualquer um!

Estádio do River Plate.

Estádio do River Plate.

O estádio que geralmente as pessoas vão é o do Boca Juniors, principalmente por ficar bem pertinho do Caminito (lugar, aliás, que é essencial de se ir e vou falar aqui no próximo sábado), ambos ficam no bairro de Boca. Porém, na viagem que fiz com marido (quando ainda éramos somente namorados), como ele é viciado em futebol, fomos também no estádio do River Plate e nós dois gostamos muito mais de lá. A única desvantagem desse estádio é que é bem mais longe, então você tem que estar com disposição pra dar um pulinho por lá. Mas super vale o esforço.

O River Plate é um time de mais grana que o Boca Juniors, por isso tanto o estádio quanto o museu deles são bem mais bonitos e organizados. No museu tem toda a história do clube, miniaturas do estádio, e o que achei mais interessante foi o “Túnel do tempo”, com as salas dividas por anos contando o que aconteceu em cada um deles.

IMG_9365

Marido e a maquete do estádio do River.

Marido e a maquete do estádio do River.

Meu ano (e do marido) no túnel do tempo dentro do museu.

Meu ano (e do marido) no túnel do tempo dentro do museu.

Você também pode entrar na sala de troféus, no “salão de honra”, nos camarotes para ver como é a visão dos ricos e famosos que assistem os jogos dali, e ainda dar um pulinho nos vestiários dos jogadores. Além de, claro, passar no próprio campo (mas sem pisar no gramado!). O legal é que tem um guia que conta toda a história do clube, aí você fica sabendo um pouquinho mais sobre como tudo começou e tudo que aconteceu até os dias de hoje. Eu e Raphael não pagamos pelo passeio em grupo (é um pouco mais caro), que “contém” o guia, mas a gente se enfiou nos grupos e ouviu um pouco a história. #Espertos

Galera m um dos camarotes do estádio.

Galera m um dos camarotes do estádio.

Visão do camarote.

Visão do camarote.

Como não pode pisar no gramado, tínhamos que tirar foto na pista de atletismo. Eu não podia deixar de fazer palhaçada.

Como não pode pisar no gramado, tínhamos que tirar foto na pista de atletismo. Eu não podia deixar de fazer palhaçada.

Lá no estádio do River também tem um restaurante todo chique, que fiquei morrendo de vontade de ir. Mas como já estava muito tarde quando acabamos o tour, preferimos não comer lá, o que foi uma pésssima escolha, já que todos os restaurantes lá de perto estavam fechados e morremos de fome até chegar ao Centro novamente, o que demorou um pouquinho. Portanto, people, sugiro que comam algo lá pelo estádio, pra não desmaiarem de fome na rua, como quase aconteceu com a gente!

Estádio do Boca Juniors.

Estádio do Boca Juniors.

O estádio do Boca Juniors, como eu disse, é de muito mais fácil acesso, mas também fica muito mais cheio por ser também mais conhecido. O museu deles é bem legal, com estátuas de jogadores famosos, miniaturas do estádio e até de casas da região de Boca (que é minha parte favorita do museu!), troféus, e do lado de fora, na rua, tem até uma calçada da fama com estrelas com nomes dos jogadores. Mas o estádio não é tão bonito e organizado quanto o do River. Ainda assim, é uma ótima opção de passeio.

Estrela do Maradona.

Estrela do Maradona.

Janela de uma das miniaturas de casa do bairro Boca, com "pessoas" dentro! O máximo!

Janela de uma das miniaturas de casa do bairro Boca, com “pessoas” dentro! O máximo!

Com a estátua de um jogador que não lembro o nome.

Com a estátua do… Palermo?

Como tem vários tipos de ingressos para o tour, sugiro pegar o que te permite acesso a todas as partes do estádio porque, se você já está lá, por que não aproveitar a experiência completa? Assim, você pode entrar na sala de imprensa (e até tirar foto sentado na mesa de entrevistas!), em todos os vestiários, no estádio e até tirar pisar no único quadradinho do campo que é permitido os visitantes acessarem.

Raphael super feliz visitando estádio de futebol.

Raphael super feliz visitando estádio de futebol.

Achei minha letra lá dentro!

Achei minha letra lá dentro!

Nos dois estádios tem lojinha pra você comprar goodies dos times. Raphael comprou um cachecol do Boca pro amigo dele, e só isso, porque as coisas são bem carinhas, por serem oficiais. E também em ambos os estádios, por um precinho a mais, você pode tirar uma foto “oficial” no gramado. No do River, tiramos foto com a bandeira do time, e no estádio do Boca tiramos foto com o troféu da Libertadores (uma réplica, claro) e as bandeiras dos nossos times (eles tem várias bandeiras de vários times brasileiros, por sermos típicos frequentadores de lá). No museu do Boca também podíamos escolher jogadores famosos para serem photoshopados na nossa foto oficial do time. Também era um custo extra, mas pagamos porque quando teríamos a chance de tirar uma foto com Neymar novamente? hahahahaha

No gramado do River Plate, com a bandeira do time.

No gramado do River Plate, com a bandeira do time.

Com nosso amigo Neymar (o outro não lembro o nome) no estádio do Boca.

Com nosso amigo Neymar (o outro não lembro o nome) no estádio do Boca.

Ele com a bandeira do Vasco e eu com a do Botafogo, e o troféu da Libertadores no meio.

Ele com a bandeira do Vasco e eu com a do Botafogo, e o troféu da Libertadores no meio.

Não esqueçam de ver direitinho os horários de funcionamento e também de conferir se terá algum jogo no dia que você escolheu para visitar  os estádios. Se você tem vontade de ver como é um jogo argentino de perto, sugiro ir mais cedo para visitar o museu antes. Mas, se você é como eu, que quer ficar longe da confusão de um jogo, é melhor ter certeza de que não tem nenhum marcado para o dia que for, ou então vá bem cedinho conhecer tudo.

Espero que tenham gostado do post e que tenha dado pra ver um pouquinho como são os estádios desses dois times argentinos. E não esqueçam, sábado que vem vai ter muito Caminito por aqui! Vai uma foto pra dar um gostinho!

Não, essa foto não é minha. Mas podia, né?!

Não, essa foto não é minha. Mas podia, né?!

2 comentários sobre “Buenos Aires – Parte V

    • Pois é, tô querendo achar minhas melhores fotos do Caminito pra postar! E eu tb fui nos estádios por causa do Raphael (apesar de eu já conhecer o do Boca), mas adorei! O do River é foda!
      Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s