30 Livros em 1 Ano – Billy & Me/ You’re the One that I Want (Giovanna Fletcher) – Livros 12 e 13

Hoje falarei de dois livros da mesma autora, a Giovanna Fletcher (sim, esposa do Tom Fletcher, do McFly). O nome dela de solteira era Giovanna Falcone e eu achava tão bonito, bem mais do que o atual. Não entendo pessoas que trocam seus nomes quando se casam. Mas enfim, não é sobre isso que vim falar, né, e sim dos livros. E por que vou falar dos dois livros no mesmo dia? Porque achei eles bem parecidos e ambos meio meh. Explico.

Giovanna com o livro Billy and me, que foi lançado aqui no Brasil como Billy e eu.

Giovanna com o livro Billy and me, que foi lançado aqui no Brasil como Billy e eu.

Billy & Me foi o primeiro livro que ela lançou e também o primeiro que comecei. Comecei, porém não o primeiro que acabei de ler. E por que isso?, vocês me perguntam. Porque achei o livro muito chato. Assim que saiu, eu quis lê-lo, porque gosto muito da Giovanna (tanto que a sigo no Twitter, no instagram, assisto os vídeos dela no youtube). Então comprei no Kindle do marido (que na época nem era marido ainda), um pouco depois do lançamento lá na Inglaterra (que foi em junho de 2013). Mas nossa, era impossível de ler. Achei o ritmo arrastado, a personagem principal chata, as situações bem clichés e sem nada de especial. Como o livro é sobre uma menina de cidade pequena que começa a namorar um ator super famoso, achei que fosse ser mais dinâmico. Porém, do início até mais ou menos a metade, é um tédio só. Tanto que parei de ler e fiquei um bom tempo ser ler. Tanto tempo que Giovanna lançou seu segundo livro, eu li esse segundo livro inteiro, e só depois tive coragem de voltar para Billy & Me.  Mas deixa eu colocar a sinopse aqui pra vocês se situarem melhor na história.

The Blurb: Quando Sophie e Billy se conheceram e se apaixonaram, ela pensou que estava vivendo em um conto de fadas. Afinal de contas, Billy é um ator, um galã adorado por adolescentes em todo o mundo – e ele ama Sophie. Ela é a única garota para ele. Mas estar nos braços de Billy tem um preço. Este relacionamento tem deixado Sophie no centro dos holofotes, após anos mantendo-se afastada de atenção. Será que ela poderá lidar com todo o assédio resultante de estar com Billy? Mas acima de tudo, estaria ela preparada para que sua mágoa seja descoberta por toda a nação? (sinopse retirada do Skoob)

A fofa da Izzy Judd (outra que mudou o sobrenome. Por que???), esposa do Harry Judd, do Mcfly, com o livro.

A fofa da Izzy Judd (outra que mudou o sobrenome. Por que???), esposa do Harry Judd, do Mcfly, com o livro.

Agora que vocês já sabem a história do livro, digo mais minhas impressões sobre ele.

Quando finalmente consegui voltar ao livro, fiquei aliviada por Sophie e Billy chegarem à Londres (podem ficar tranquilos, isso não faz diferença nenhuma na história, não é um spoiler, já fica claro que isso vai acontecer). Porque aí a história começou a ficar um pouco interessante. Acho que Giovanna prolongou demais a parte em que os dois se conhecem e ficam de romancinho na cidade natal de Sophie, que é totalmente entediante. Mas essa é uma característica dela como autora, porque ela fez exatamente a mesma coisa em You’re the one that I want. Chegando em Londres, é interessante descobrir como funciona um set de filmagem (que Giovanna tem conhecimento por ter participado de um filme), como é feita toda a escolha das roupas dos atores e de seus acompanhantes para eventos de premiação (outra coisa que é bem familiar à Giovanna, dado que Tom já compareceu à inúmeras premiações), e como é a relação (muitas vezes interesseira) entre os ricos e famosos. Essa parte é legal e eu até gostei. Mas a história em si é sem graça, previsível e os personagens não tem nada de especial, somente Molly, a única personagem que pensei “ah, essa é legal!”. Sophie e Billy são totalmente insossos. E eu tive que me esforçar pra ler o livro até o final, apesar de o final ser mais fácil de digerir.

You’re the one that I want segue o mesmo caminho, passa pelos mesmos problemas e melhora do meio para o final, exatamente como Billy & Me. Mas dessa vez vou colocar a sinopse antes de dar qualquer outra opinião.

The Blurb: O livro conta a história de três melhores amigos desde a infância, Maddie, Rob e Ben. Maddie está na porta da igreja prestes a se casar com Rob, mas será que ela fez a escolha certa, ou seria melhor casar com Ben?

Giovanna com o You're the one that I want.

Giovanna com o You’re the one that I want.

You’re the one that I want é narrada por Maddie e Ben, e tem alguns poucos capítulos narrados por Rob. O livro começa com o dia do casamento de Maddie e Rob, mas volta para a infância dos três, quando se conheceram, e vai nos levando até chegar novamente ao dia do casamento. Achei a ideia interessante, mas, mais uma vez, o início, principalmente, é muito arrastado. Não sei vocês, mas eu não tenho muito interesse na vida de uma criança e de alguém muito novo – a não ser que essa pessoa seja Harry Potter. Ou que, pelo menos, a história tenha acontecimentos interessantes que tem façam querer ler mais. Não foi o que aconteceu no livro em questão. Entendo que Giovanna quis mostrar como a amizade entre os três personagens principais foi acontecendo, mas já deu pra entender a intensidade da relação e a personalidade de cada um nas primeiras páginas. As que vieram em seguida foram totalmente desnecessárias. O livro só foi começar a ficar interessante quando Ben (de longe, o melhor personagem), Maddie e Rob foram para a faculdade. Até porque é uma realidade muito diferente da vivida por aqui, com as pessoas saindo de suas cidades natais para estudarem fora e morarem sozinhos pela primeira vez, o que estamos acostumados de ver em filmes americanos, mas a vida dos ingleses é diferente, né.

A versão que eu li, no meu lindo Kindle (falo tanto de kindle por aqui que a amazon devia me patrocinar. hahahaha).

A versão que eu li, no meu lindo Kindle (falo tanto de kindle por aqui que a amazon devia me patrocinar. hahahaha).

Os fatos que vão acontecendo a partir da faculdade e como cada personagem vive cada situação deixa o livro um pouco mais legal. Achei You’re the one that I want mais fácil de ler que Billy & Me, mais gostosinho. Mas não posso falar que é um livro super legal e não indicaria para as amigas. Não que a Giovanna não tenha achado seu estilo de escrever, longe disso, ela achou sim. Mas é um estilo sem graça, previsível, e com personagens desinteressantes – apesar de Maddie e Ben serem bem mais interessantes que Sophie e Billy. Rob não, Rob é chato. Mas, na verdade, como Ben e Maddie são os narradores, só o conhecemos através dos olhos dos outros dois, então é mais difícil se identificar e sentir uma certa proximidade a ele. Maddie também não é a mais cativantes das personagens, mas entre ela e Sophie, ela ganha disparado. Já Ben, esse sim ganhou meu coração. Um ponto pra Giovanna, pelo menos!

Ah! Preciso dizer que achei ambos os livros, principalmente Billy & Me, bem anti-feminista. Então se você se irrita com submissão (como eu me irrito), passe bem longe deles! E também que li ambos os livros em sua versão original em inglês (o segundo, que foi lançado lá na Inglaterra em 2014, ainda não tem versão em português), então não posso opinar sobre a tradução.

Fico bem triste de falar mal dos livros da Gi (olha a intimidade!), mas se não gostei, não posso mentir, né? Queria saber opinião de pessoas que já leram eles e se gostaram, por que gostaram? Tell me!

Beijocas!

Billy e eu – Editora Phorte – R$39 (em média)

You’re the one that I want – Penguin – R$35 (na Amazon)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s