Castelo Rá-Tim-Bum e Ausência

Oi Pessoas, quero me desculpar pela ausência por aqui, mas é que as coisas não estão fáceis. As coisas não tem sido fáceis. 2015 foi um ano que vou te contar, seria melhor que não tivesse existido. Não que não tenha acontecido coisas boas. Aconteceram, principalmente no quesito amizade. Mas nesse quesito, amizade, também aconteceram coisas bem ruins que não convém comentar por aqui. Mas, pra resumir, não foi um ano fácil em nenhuma área. Não foi um ano bom nem pro Brasil, e isso, obviamente, repercute na vida dos que aqui moram também. Não sei onde você mora, mas aqui no Rio tá difícil conseguir emprego, e estar desempregado quando se é recém-casado e recém-saído da casa dos seus pais não é uma coisa fácil, muito menos satisfatória, e muito menos tranquila, e dá uma sensação imensa de fracasso, sabe? Porque uma área afeta a outra que afeta a outra, e quando você vai ver, tá tudo bem ruim e parece que você não sabe fazer nada direito.

E aí dá desânimo, e aí você fica parada esperando todo esse caos sumir como por mágica, mas aí você lembra que não vai sumir por mágica, você que tem que resolver, e aí dá um desespero e um cansaço maior ainda do que você está sentindo por estar envolto em tantas emoções ao mesmo tempo e por sempre tentar, mesmo muitas vezes não sendo reconhecido pelos que estão mais próximos, e fracassar, e ter que tentar de novo, e fracassar, e não ter reconhecimento, e ter que enfrentar o julgamento dos outros… Enfim, é muita coisa, e por isso não tem me dado ânimo de escrever por aqui. O que é uma burrice, já que escrever me anima, mas somos todos paradoxais mesmo, não é? De qualquer jeito, peço desculpas pela ausência e prometo tentar escrever com mais frequência.

_____________________*__________________*_____________________

Mas, mudando de assunto para algo (muito) mais interessante e divertido, tá rolando aqui no Rio, no CCBB, a exposição do Castelo Rá-Tim-Bum e ela está absolutamente fantástica! Eu amava Castelo Rá-Tim-Bum quando era criança, gostava tanto que quando a exposição estava em São Paulo, eu cogitei viajar só para ver (mas não rolou por questão de grana, as always). Mas ainda bem que veio pra cá, porque tá tudo incrível! Desde o momento que você passa pelas “portas do castelo”, você realmente se sente dentro dele. Eles conseguiram montar tudo de um jeito que você sente o clima do castelo e sente como se ele estivesse ali, a sua volta. Tá surreal de bom! Vou colocar algumas fotos aqui pra vocês terem uma ideia, mas já aviso que se você quiser ser surpreendido como eu fui, não as olhe e se deixe ser tomado pela energia maravilhosa do Castelo Rá-Tim-Bum quando visitar a exposição.

Ah! Me desculpem pela qualidade das fotos, mas é que foram todas tiradas de celular.

Na porta do Castelo com o Porteiro - que fala de verdade!

Na porta do Castelo com o Porteiro – que fala de verdade!

E aí você é logo recebido pelo Nino! Olha que incrível!

E aí você é logo recebido pelo Nino! Olha que incrível!

O Castelo é todo dividido pelos cômodos da casa, e, espalhados por eles, os personagens que os habitam. Como, por exemplo, o Gato Pintado na Biblioteca! E uma curiosidade incrível que eu não sabia e achei o máximo quando descobri (e está lá escrito na parede de biblioteca): o Gato era um gato de rua que andava pela região do Castelo em busca de comida e de um jornal para ler, até que foi encontrado por Nino e adotado! A partir daí, ele virou o “tomador de conta” da biblioteca. Não é lindo?

Nós na biblioteca e com o gato Pintado.

Nós na biblioteca e com o gato Pintado.

A sala do Tíbio e do Perônio vista pelo

A sala do Tíbio e do Perônio vista pelo “microscópio” deles.

Uma das salas, e a cozinha (acima), o quarto do Nino e o da Morgana (abaixo).

Uma das salas, e a cozinha (acima), o quarto do Nino e o da Morgana (abaixo).

Nas paredes, você encontra várias informações sobre a produção do programa e fotos. Coisas como desenhos dos figurinos (que também estavam lá), a montagem de cenários e fotos dos bastidores das gravações, que mostram quanto trabalho eles tiveram pra fazer o programa, quanto tiveram que se dedicar – e o quanto eles deviam se divertir muito fazendo tudo também!

Mapa do Castelo.

Mapa do Castelo.

Acima: Montagem da maquete do Castelo, identidade da Biba (curiosamente, a única identidade de personagem que havia). Abaixo: estudo do figurino da Caipora e foto dos bastidores.

Acima: Montagem da maquete do Castelo, identidade da Biba (curiosamente, a única identidade de personagem que havia).
Abaixo: estudo do figurino da Caipora e foto dos bastidores.

Os figurinos!

Os figurinos!

Mas admito que o que me deixou mais emocionada (e quase chorei) foi quando entrei no “ninho” dos passarinhos cantores. A música que a gente já sabe de cor (“passarinho, que som é esse?) toca sem parar e te leva diretamente de volta à infância. Eu, que sempre fui muito ligada à música desde criança (e principalmente na infância), amava quando passava esse quadro e ficava toda feliz quando acertava o instrumento que o passarinho estava tocando (que eu sempre achava que era o mesmo “passarinho”, mas que pessoa vai saber tocar todos aqueles instrumentos?). Então imaginem a minha emoção quando entrei no ninho deles, e mais, dentro dos ovinhos! Gente, eu parecia uma criança! Não conseguia parar de sorrir! (e pular)

Os pássaros cantores!

Os pássaros cantores!

Olha a cara de felicidade!

Olha a cara de felicidade!

Ah! E não posso esquecer de falar do nosso amigo rato, que nos ensinou a tomar banho direitinho e a nunca esquecer do pé, meu querido pé, que me aguenta o dia inteiro! Tenho certeza que até hoje você sabe cantar essa música inteirinha! (eu sei e vivo cantarolando ela por aí)

O ratomóvel do rato!

O ratomóvel do rato!

Eu a Marina na saída do rato e colocando meu rato Arry pra sair dali.

Eu a Marina na saída do rato e colocando meu rato Arry pra sair dali.

E pra quem não lembra do querido Ratinho (como não lembrar?):

Lá também tinha os bonecos originais de vários personagens, e imagina o que é ter do seu lado o personagem que você passou dias e dias da sua vida quando criança assistindo! Juro, é uma exposição sensacional e imperdível!

Os originais: o Porteiro, o Gato, o Mau (e minha amiga Priscila, que é apaixonada por ele), o Rato e os Dedinhos.

Os originais: o Porteiro, o Gato, o Mau (e minha amiga Priscila, que é apaixonada por ele), o Rato e os Dedinhos.

Adelaide e Celeste, que não eram as originais, mas merecem - e muito - estarem aqui!

Adelaide e Celeste, que não eram as originais, mas merecem – e muito – estarem aqui!

É tanta coisa fantástica que tem pela exposição que se eu ficar colocando fotos aqui, não vou parar nunca mais! Até porque tem várias partes que são interativas, e você pode tocar, mexer, abrir coisas que assistia Pedro, Biba, Zequinha, Nino abrindo na televisão… É incrível! E tem uns vídeos que ficam passando por lá que vão fazendo você lembrar de tudo e revirando sua memória e você vai ficando emocionado… E, claro, acaba cantando junto, como esse vídeo aqui:

Diz se não é impossível não cantar junto? (e cara, só agora descobri que a música é do Arnaldo Antunes e cantada por ele!) E, depois que você for na exposição, me diz se não está incrivelmente perfeita? Porque não importa qual era seu personagem preferido, ele estará lá! Os curadores fizeram um trabalho genial!

IMG_6494

IMG_6540

Sala do Etevaldo, a mais lúdica de todas! (olha ele lá atrás!)

Sala do Etevaldo, a mais lúdica de todas! (olha ele lá atrás!)

Indo pro quarto do Nino!

Indo pro quarto do Nino!

_________♥_____________♡________

Segue eu!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

Meus livros!

Queria Tanto (primeiro livro, publicado em 2011)

Coisas não ditas (segundo livro, publicado em 2013)

1535031_10202135446521247_1053149576_n1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s