And the Oscar went to…

E ontem foi o Oscar! E finalmente aconteceu o que muitos esperavam por anos e anos: Leonardo DiCaprio ganhou! Yay! Mas esse não foi o único bom prêmio, alguns dos indicados que eu queria que ganhassem venceram mesmo! E tiveram umas surpresinhas que me deixaram bem feliz. 🙂 Hoje comentarei um pouco sobre os vencedores do Oscar – e me digam , nos comentários, se vocês concordam ou não com cada ganhador.

*Pra não ficar um post enorme, falarei hoje dos prêmios mais conhecidos e no próximo comentarei sobre as categorias técnicas*

Roteiro original: Spotlight (Tom McCarthy e Josh Singer)

academy-awards-spotlight-screenplay-winners-tom-mccarthy-and-josh-singer

Prêmio muito merecido pela temática do filme (sobre uma equipe de jornal que desmascara padres que abusam sexualmente de crianças, para saber mais sobre ele, clique aqui) e pela qualidade do roteiro. Era exatamente o filme para qual eu estava torcendo nessa categoria. Singer e McCarthy fizeram um trabalho fenomenal na escrita desse roteiro e merecem estarem com essas estatuetas na mão – e olha essas carinhas felizes, gente! Fofuras!

Roteiro adaptado: A grande aposta (Adam McKay e Charles Randolph)

US-OSCARS-SHOW

Os roteiristas recebendo o prêmio.

Não posso falar que fiquei feliz com esse prêmio porque queria que Room ganhasse e não gostei do filme (minha opinião sobre o filme nesse post aqui). Mas, como disse marido, a única coisa que gostei em A grande aposta, que foram as inserções para explicar os jargões de WallStreet, estavam no roteiro, ou seja, foi um filme bem escrito. Só é chato pra dedéu!

Atriz coadjuvante: Alicia Vikander (A garota dinamarquesa)

2391

Como eu disse nesse post aqui, achei um absurdo imenso A garota dinamarquesa ser indicado em somente duas categorias (melhor atriz coadjuvante e melhor ator). Mas, pelo menos, Alicia ganhou esse prêmio porque não havia ninguém mais merecedor do que ela. Ela está incrível no filme e acredito ser um dos novos nomes do cinema que vai bombar a partir de agora. Alicia é sueca, por isso só começamos a ouvir falar dela agora, pois faz pouco tempo que ingressou no mundo dos filmes de Hollywood. Como ela mesmo disse no discurso dela pós-palco, ela não imaginava que poderia um dia fazer filmes em inglês, quem diria ganhar um Oscar! Mas você mereceu, Alicia, e que esse seja somente o primeiro de muitos!

Animação: Divertida mente

Jonas Rivera, Pete Docter

Os criadores de Divertida mente, Jonas Rivera e Pete Docter.

Vou nem falar que estou super decepcionada com essa vitória. Esse filme não merecia ganhar nem um pouco, vide que é um filme totalmente previsível e sem graça. Nem se compara a O menino e o mundo, nossa animação brasileira concorrente ao Oscar dessa categoria. Mas eu preferia que qualquer um ganhasse que não esse filme, que ficou muito aquém das minhas expectativas pra um filme da Disney. Sem contar um detalhe que li numa entrevista com Alê Abreu, diretor de O menino e o mundo, que concordo totalmente: por que a Alegria, que todos adoravam, tinha que ser toda bonitinha e magra e a Tristeza, que ninguém gostava, era baixinha, gordinha e usava óculos? ESTERIÓTIPO RIDÍCULO! Odiei o filme. E odiei que ele ganhou a categoria.

Ator coadjuvante: Mark Rylance (Ponte dos espiões)

a8078fe437e5494a42786f8a24bdc2e44ee78e39-1bd804p

Mark Rylance fosíssimo segurando seu Oscar.

Eu disse pra todo mundo que estava torcendo tanto para que Mark Rylance ou que Tom Hardy (indicado por O regresso) ganhassem esse prêmio. Mas acho que, na verdade verdadeira, eu queria mesmo que Mark vencesse, vide o escândalo que fiz quando seu nome foi chamado pra receber a estatueta (quem me segue no snapchat pode ver minha gritaria). Mas é que ele tá incrível em Ponte dos espiões, e só de ver a cara de felicidade e verdadeira emoção dele ao subir ao palco… Foi a coisa mais linda! Acho que os prêmio de ator e atriz coadjuvantes eram os que eu estava torcendo mais, porque foram os que eu fiquei mais feliz com os resultados.

Direção: Alejandro G. Iñárritu (O regresso)

PHOTO-9d598c3e48774055349db6553c0749b2-1452794715-40

Esse era um prêmio bastante esperado já, apesar de eu estar torcendo pro Lenny Abrahamson, de Room. Mas não fiquei totalmente triste porque o Iñárritu é meu diretor favorito. E lendo mais sobre o processo de filmagem de O regresso, foi um filme bem difícil de fazer mesmo e ele mereceu o prêmio. Acho que agora todo ano esse prêmio vai ser dele, hein?! E eu não fico triste. Galera latina for the win!

Fotografia (ou cinematografia): O regresso (Emmanuel Lubzki)

87th Annual Academy Awards - Press Room

O fotógrafo mexicano com sua estatueta.

Aproveitando que estamos falando de O regresso, vamos falar do terceiro prêmio de Emmanuel Lubézki, que ganhou o prêmio ano passado por Birdman e no ano anterior por Gravidade, ambos de Alejandro Iñárritu. O regresso foi todo feito em luz natural, o que significa que foi mega difícil de ser feito. Imagina você ter que utilizar somente a luz natural e não colocar outras fontes de iluminação pra iluminar o que você tá querendo destacar. Parece que é mais fácil trabalhar com luz natural, mas não é quando é só ela que você tem. É muito complicado, até porque é uma iluminação que você não controla, você trabalha com o que tem. Portanto, foi um prêmio merecido, apesar de eu estar torcendo por A garota dinamarquesa, que nem indicado estava!

Melhor atriz: Brie Larson (Room)

brie-larson-zoom-3607f74e-c33c-4a67-a6b1-55953c776e60

O que foi a Brie virando pra trás após passar a sua cena em O quarto de Jack pra dar um hi-5 em Jacob Tremblay, seu parceiro de cena no filme? Aliás, o que foi o Jacob Teamblay durante o Oscar inteiro, coisa fofa com sua meia de Star Wars e todo feliz quando C3P0, R2D2 e o outro robô que não sei o nome subiram no palco? E ele apresentando o prêmio? Queria apertar a televisão toda vez que ele aparecia! Mas enfim, não é sobre ele que estou falando, e sim sobre Brie, belíssima (e nisso digo em relação a sua atuação, e não a sua aparência física) vencedora do prêmio. Óbvio que eu estava torcendo pra ela, assim como eu estava torcendo pra Room em quase todas as categorias, porque esse filme… É arrasador! Só não é melhor que A garota dinamarquesa, mas olha, fica bem perto no pódio. E a Brie estava maravilhosa no filme e tinha mesmo que ganhar esse prêmio. Parabéns, Brie! Você é o máximo! E é outra que vai começar a ser chamada pra tudo quanto é papel, igual a Alicia Vikander. Com certeza!

brie-jacob-zoom-3764f4ad-47bb-4635-907e-1364bf661227

Brie abraçando Jacob ao ser chamada para receber a estatueta.

635922871178118682-GTY-512917648-80067138

Jacob e sua meia de Star Wars.

Melhor filme: Spotlight 

RT_spotlight_win_02_mm_160228_12x5_1600

Essa foi uma imensa surpresa pra mim, porque eu tinha certeza absoluta de que O regresso ganharia – apesar de estar torcendo por, adivinhem!, Room. Mas fiquei imensamente feliz com a vitória de Spotlight, meu segundo filme favorito entre os indicados a categoria. E fiquei feliz por causa do tema, como disse na primeira categoria comentada aqui, por dar luz a um assunto que precisa ser discutido e é preciso que ajam em relação a esse absurdo, que a Igreja pare de encobrir esses padres que abusam sexualmente as crianças – o que não acontece somente em Boston, onde o filme é passado, mas no mundo todo. Amei. E gostei mais ainda de os jornalistas verdadeiros, em quem o filme foi baseado, subirem ao palco com a equipe, pois eles são os verdadeiros heróis por exporem toda essa situação.

Melhor ator: Leonardo DiCaprio (O regresso)

leonardo-dicaprio1--a

Leozinho com seu tão antecipado Oscar.

Chegamos a categoria mais aguardada da noite. Geralmente o prêmio de melhor filme é o mais importante, mas esse ano não foi porque havia Leonardo DiCaprio. E havia todos os Oscars que ele não ganhou – e que ele deveria ter ganhado. Então, eis que Julianne Moore (maravilhosa!) anuncia o vencedor de melhor ator e eis que Leonardo DiCaprio é chamado. E a mesma palavra brota na cabeça de todo mundo: finalmente! E a sala inteira fica de pé aplaudindo sem parar. E Leonardo fica sem graça, fofo, sorri. E faz um discurso maravilhoso – que, vocês perceberam, foi bem mais longo do que de qualquer outro vencedor da noite? Teve nem musiquinha pra interromper! Além de agradecer aos diretores que o ajudaram até esse momento, ele discursou a favor do meio-ambiente, e lembrou a todos que é preciso cuidar da natureza porque senão, tchau humanidade! Pessoa incrível! Eddie Redmayne interpretou muito melhor que ele em A garota dinamarquesa? Sem sombra de dúvidas! Mas Leo mereceu esse prêmio, por tudo que fez até agora.

 

Agora, algumas categorias que os filmes concorrentes não foram assistidos por mim, por isso não posso comentar.

  • Filme estrangeiro: Filho de Saul (Hungria)
  • Curta live action: Stutterer
  • Curta de animação: Bear story
  • Documentário: Amy (queria que o da Nina Simone tivesse ganhado, mesmo sem ter visto nenhum, mas acredito que a história é mais forte)
  • Documentário curta-metragem: A girl in the river – the price of forgiveness (achei o máximo o que a diretora falou, de ter sido mudada uma lei por causa de curta, incrível e mostra o poder do cinema)

E vocês, o que acharam do Oscar? Queriam que os vencedores fossem outros? Digam suas opiniões! Eu, no geral, fiquei satisfeita com as vitórias, tirando uma ou outra. Lembrando que ainda farei um post sobre os prêmio técnicos, tão importante quanto esses!

_________♥_____________♡________

Segue eu!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

Snapchat: liviabrazil

Meus livros!

Queria Tanto (primeiro livro, publicado em 2011)

Coisas não ditas (segundo livro, publicado em 2013)

para o blog

 

2 comentários sobre “And the Oscar went to…

  1. rodrigoserrao disse:

    Lívia, achei justo o Leo DiCaprio ganhar o Oscar (apesar de não gostar dele como ator muitas vezes), mas vi como uma compensação, em O Lobo de Wall Street ele estava brilhante, esse era o filme que ele merecia o Oscar de melhor ator, não O Regresso. Enquanto os outros atores, achei o Eddie maravilhoso, mas a atuação dele foi eclipsada pela Alicia (minha favorita), e por mais que eu tenha gostado mto do filme, a atuação dele não me emocionou tanto, ou seja, o Leo ganhou porque ele tinha que ganhar. E quanto as categorias técnicas, dá uma chance para o Mad Max e assiste rsrs

    • Eu fiquei muito emocionada com a atuação do Eddie e continuo achando que ele é o melhor ator entre os indicados (nesse ano), mas achei justa a vitória de Leo, e também acho que foi por causa de Lobo de WallStreet e todo o conjunto da obra.
      Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s