Le chocolatier

Bora começar essa segunda-feira chuvosa com um cafézinho?

Sim!

IMG_20151130_154924
Tá servido?

Fui no Le Chocolatier em novembro do ano passado, por isso ainda tinham chocolates como esses:

IMG_20151130_154554

As prateleiras também estavam todas enfeitadas pro Natal, o que me fez me sentir quentinha no coração, já que eu amo amo amo amo (já disse que amo?) Natal! Mas de que adianta ser tudo lindo e as gordices serem ruins, não é mesmo? Pois não é isso que acontece por lá. O que não comi os chocolates, mas a minha amiga que me levou lá já comeu e disse ser tudo delícia – e eu super confio no gosto dela, principalmente para doces!

collage

Mas não só de doces é feito um café – que na verdade é mais chocolateria (vide o nome) do que um café -, então falaremos também sobre as bebidinhas. Eu bebi um capuccino (sem canela!) e mãe e amiga tomaram um espressinho, porque aproveitaram a promoção espresso + pastel de Belém (que eu não pedi porque não gosto de pastel de belém). Achei meu capuccino bem delicinha e elas também gostaram de tudo que comeram e beberam. Aliás, acho que minha amiga não me levaria lá se tudo não fosse muito bom (porque ela conhece minha exigência em relação a cafés). E tudo super no preço também! O único ponto fraco de lá é que é pequenino, então só tem um balcão com banquinhos, não dá pra ter muita gente lá ao mesmo tempo. Sorte que fomos próximo da hora de fechar (como fica no Centro da cidade, e num local bem comercial mesmo, ele fecha cedo). E mesmo indo num horário meio ruim, fomos super bem atendidas pelo mocinho que tava lá, então nota dez pro atendimento (que, vamos ser honestos, é pelo menos 50% do motivo de gostarmos de um lugar).

IMG_20151130_154702
Espressos e pastéis de belém.

Portanto, sim sim sim! Esse amor é tão profundo. Le chocalatier tá super arovado e, se eu fosse você, aproveitava a hora do almoço e dava um pulinho lá pra tomar um cafézinho – e comprar uns chocolates pro lanche mais tarde. 😉

collage2
Muitos chocolates!

Le Chocolatier

Av. Presidente Wilson, nº 165 – Loja A – Centro

IMG_20151130_154715
Felizes – e embaçadas – no café!

_________♥_____________♡________

Segue eu!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

Snapchat: liviabrazil

Meus livros!

Queria Tanto (primeiro livro, publicado em 2011)

Coisas não ditas (segundo livro, publicado em 2013)

para o blog

 

 

Lookbook de roupas lindas| Brechó da Gente

Bom dia, amiguinhos, já estou aqui! Ok, é boa tarde, mas como acordei faz pouco tempo (pelo menos quando comecei a escrever esse post, às 13h, era ha pouco tempo), ainda é bom dia pra mim? “Nossa, Livia, uma da tarde e você acordou há pouco tempo? Que preguiçosa!” É que ontem teve show (maravilhoso) do Los Hermanos e eu cheguei tarde e essa é uma história que será contada em breve aqui no blog porque não posso não falar da melhor banda do Brasil aqui no blog, né? Hoje, porém, falarei de outro assunto totalmente diferente de música. Hoje falarei de moda! E de pechincha! (Uhu!)

Eu e mais algumas amigas nos unimos para organizar um brechó com roupas (femininas e masculinas), acessórios, objetos de decoração, livros, e mais um bando de coisas legais e super baratinhas, não tem NADA acima de 50 reais! E a segunda edição do brechó será daqui há exatamente uma semana, no dia 08 de novembro (mais informações na nossa página). Fizemos um lookbook com fotos de algumas coisas que vocês poderão encontrar por lá e ficou um arraso – e eu aproveitei pra treinar minha fotografia também! Todos os modelos das fotos são amigos e familiares que deram um show e mostraram que podem muito ser modelos fotográficos profissionais! E quem maquiou e fez o cabelo de todo mundo foi minha prima, Marina Brazil, que trabalha com isso profissionalmente e é fantástica! Aliás, gostaria de deixar aqui meu mega hiper super obrigada a todos que ajudaram pra esse lookbook acontecer, vocês são umas delícias!

Bem, sem mais delongas, algumas das fotos que tiramos nesse dia. Pra ver mais, só entrar na página

Clarissa com macacão da Zara, sobretudo e sandália do poder.
Clarissa com macacão da Zara, sobretudo e sandália do poder.

A Clarissa, do blog Uma Garota Carioca, é irmã de uma das organizadoras do brechó (minha amiga hiper talentosa, Marina), além de também ser minha amiga, e arrasou nas fotos! Ela tá linda em cada fotinho que tiramos – mas ela já é linda normalmente, né gente?!

Fazendo pose de modelo com o pézinho pro alto.
Fazendo pose de modelo com o pézinho pro alto.

DSC_0629

Não disse que tinha peças masculinas também?
Não disse que tinha peças masculinas também?
Olha o sorriso da Kelly, que coisa mais linda!
Olha o sorriso da Kelly, que coisa mais linda!
Que lindeza de casal!
Que lindeza de casal!
Os acessórios todos também estão a venda!
Os acessórios todos também estão a venda!

Até organizadora virou modelo, e a Michelle divou total nas fotos! Também, com essa ruivice toda, não tinha como não ser sensacional!

DSC_0118

DSC_0741
Gatinhos!

Tem muito mais foto, gente! Mas agora tô correndo pro show do Los Hermanos (sim, outro!), então outro dia posto mais. E não esqueçam de entrar na página do Brechó da Gente no Facebook pra saber todos os detalhes do brechó!

Beijinhos!

 

Como você escreve?

Olá pessoas!

Lembra que eu falei que esse mês eu ia falar um pouco mais sobre literatura? Então, hoje é um desses dias.

Se você sempre se perguntou como escritores escrevem, o que os faz escrever, como eles escrevem, como eles tem que estar se sentindo pra escrever, agora você descobrirá! Conversei um pouco com dois amigos meus, Daniel e Marina, que, assim como eu, escrevem (e eles escrevem muito bem) sobre escrita e nossos jeitos de escrever. Só dar play no vídeo aí abaixo pra descobrir. Esse é o só o primeiro de uma série de vídeos assim porque, obviamente, falamos demais e não coube tudo num só vídeo. hehehe E, por favor, se você também escreve, me diga nos comentários como vocês precisam estar pra escrever e tudo que envolve a sua escrita.

_________♡_____________♥________

Quero pedir desculpas por estar meio sumida e escrevendo pouco, mas tô enlouquecida aqui com uns projetos paralelos e sem tempo de passar por aqui. 😦 Mas em breve estarei de volta!

_________♥_____________♡________

Segue eu!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

Meus livros!

Queria Tanto (primeiro livro, publicado em 2011)

Coisas não ditas (segundo livro, publicado em 2013)

1535031_10202135446521247_1053149576_n1

Festa à fantasia – Ideias

Volta e meia alguém decide fazer uma festa a fantasia. É inevitável, alguma hora na sua vida você será convidado para uma. Tem muita gente que se desespera e pensa que é absolutamente difícil criar uma fantasia, mas não é! É só colocar a criatividade em ação. E olha, não precisa nem gastar muito. Duvida? Exemplificarei.

Semana passada, minha amiga Marina realizou seu sonho de infância comemorou seu aniversário com uma festa à fantasia e eu e marido não gastamos nada pra fazer nossas fantasias. Eu fui de anos 50 (“ai Livia, que falta de criatividade!” eu amo o tipo de roupa daquela época e não tô podendo gastar, então me deixa! hehehe) e marido foi de chinês. Ok, ok, confesso que foi uma mega sorte minhas primas terem acabado de voltar da China e terem trazido um chapéu de chinês camponês, que foi o ponto de partida pra pensarmos na fantasia dele. Mas provavelmente é possível achar um chapéu desses na Uruguaiana, ou na 25 de março, ou em qualquer rua cheia de camelôs que você tenha na sua cidade. Mas, tirando isso, o resto da fantasia foi todo catando peças de familiares. Ele pegou uma bata branca emprestada com meu pai e uma calça com meu primo e ficou um perfeito chinês de chinelo (que era dele), tirando a falta dos olhos puxados (e um excesso de pelos faciais, talvez). Eu só precisei vestir um vestido que tinha ganhado de aniversário da própria Marina (que foi ajustado pela minha tia), peguei um sapato emprestado (também com a Marina) e fiz meu cabelo a la anos 50, e pronto! Estava pronta. Ah! Claro que a maquiagem feita pela minha prima Marina (não é a aniversariante) também ajudou.

Eu de anos 50 e Raphael de chinês.
Eu de anos 50 e Raphael de chinês.

E a festa da Marina foi o exemplo perfeito de que para se fantasiar só é necessário ter um pouco de imaginação e vontade – porque se você não estiver a fim de se fantasiar, nem uma pessoa jogando uma fantasia inteira em cima de você vai te convencer que é fácil.

E seguindo a onda de pouco gasto, mas, ainda assim, uma fantasia incrível, temos senhorita Garota Carioca, vulgo Clarissa, que foi vestida da mágica mais fofa que já vi. Eu fiquei simplesmente apaixonada pela fantasia dela – e pela maquiagem, e olha que nem sou uma pessoa que repara muito em make. Ela usou roupas dela e comprou a cartolinha e outros acessórios no Saara (três ruas onde você encontra muita coisa barata aqui no Rio).

Clarissa fofa de mágica.
Clarissa fofa de mágica.
Baleira de cinema antigo!
Baleira de cinema antigo! Olha o detalhe da balinha no arco! Lindeza!

Nossa amiga Cinthia fez a fantasia mais interessante da noite: baleira de cinema antigo. Nem sei se todos vocês conhecem esse profissional tão comum antigamente, porém há tempos extinta. A namorada de um amigo meu não conhecia porque está há pouco tempo no Rio e na cidade dela não devia ter, mas esses baleiros entravam nas salas de cinema mesmo e vendiam suas balinhas e docinhos. A Cinthia gastou super pouco na fantasia dela e foi bem simples de fazer. A única coisa que deu mais trabalho foi encapar a bandeja de preto, além de fazer essas balinhas que são todas falsas! Sim! Parecem de verdade, né? Uma criança de 4 anos até pediu uma bala e quando descobriu que não eram de verdade, ficou super triste. Tadinho!

Mais algumas fantasias fáceis de fazer e baratas pra vocês se inspirarem!

Os irmãos rastafari (ou
Os irmãos rastafari (ou “maconheiro” e “Naomi Campbell”).
O namorado da aniversariante foi de House: único trabalho que teve foi colocar gel nas laterais do cabelo pra fazer o grisalho do médico mais amado do mundo!
O namorado da aniversariante foi de House: único trabalho que teve foi colocar gel nas laterais do cabelo pra fazer o grisalho do médico mais amado do mundo!
Essa foi uma das minhas fantasias favoritas da festa: Woody Allen! E ainda era 2 em 1: ele também virou o cantor Zeca Baleiro! E a namorada dele era uma marinheira que de mais
Essa foi uma das minhas fantasias favoritas da festa: Woody Allen! E ainda era 2 em 1: ele também virou o cantor Zeca Baleiro! E a namorada dele era uma marinheira que de mais “complicado” só o chapéu.

Claro que você também pode comprar ou alugar uma fantasia: aí fica mais fácil ainda! Na festa da Marina teve Jedis, Princesa Leia, árabes, Marios (do jogo Super Mario Bros), e mais um bando de fantasias – teve até um garoto que foi vestido de barata! Galera realmente se esforçou nas fantasias e ninguém reclamou, foi muito legal!

Guilherme, namorado da Clarissa, de árabe.
Guilherme, namorado da Clarissa, de árabe.
Tiroleses, alemães, holandeses - esses tiveram várias denominações!
Tiroleses, alemães, holandeses – esses tiveram várias denominações!
A aniversariante de Ariel e Thais de policial.
A aniversariante de Ariel e Thais de policial.
Raquelzinha de gatinha e o namorado dela de Mário. Só os acessórios foram comprados, ainda é baratinha!
Raquelzinha de gatinha e o namorado dela de Mário. Só os acessórios foram comprados, ainda é baratinha!
Os Jedis, que ganharam o concurso de fantasia, Princesa Leia e a aniversariante com um sabre de luz meio estranho...
Os Jedis, que ganharam o concurso de fantasia, Princesa Leia e a aniversariante com um sabre de luz meio estranho…

Pronto, várias ideias para uma festa à fantasia. Quando forem convidados para uma, vocês não podem dizer que não estão preparados! Mas, além dessas que mostrei, tem várias outras inspirações no Buzzfeed, no Pinterest e em vários outros lugares, é só procurar. Porque é sempre tão divertido ver a reação das pessoas diante das fantasias que super vale a pena se esforçar pra fazer/comprar/alugar uma legal!

Wally!
Wally!

_________♡_____________♥________

Em homenagem ao aniversário da Marina, que ama a Pequena Sereia (não a toa foi vestida de Ariel), fiz um vídeo tocando a música tema do filme. E, se você ainda não é inscrito, aproveita e se inscreve no canal, porque eu só divulgo alguns vídeos por aqui e, se você se inscrever, vai ficar sabendo sempre quando tiver vídeo novo! 🙂

_________♥_____________♡________

Segue eu!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

Meus livros!

Queria Tanto (primeiro livro, publicado em 2011)

Coisas não ditas (segundo livro, baseado numa fanfic que escrevi de Mcfly, publicado em 2013)

1535031_10202135446521247_1053149576_n1

Café: Bistrô República

Ok, finalmente, FINALMENTE, depois de TRÊS meses, eu vim falar de um café que fui e adorei! Adorei muito! Claro que todo o clima gostoso do evento que fui pode ter me ajudado a gostar do lugar e achar tudo lindo, mas o que importa é que eu amei cada segundo em que eu estive lá e quero que todos tenham a mesma experiência gostosa que eu tive, então eu tinha que falar do Bistrô República por aqui.

collage

O Bistrô República fica dentro do Museu da República, mais conhecido como Palácio do Catete, situado no (dã) Catete, bairro aqui do Rio de Janeiro. O Palácio do Catete é mais conhecido por ser o lugar onde Getúlio Vargas foi encontrado morto em 1954, época em que o Palácio ainda era a sede do poder executivo no Brasil. O Palácio também é um lugar lindo, com um espaço imenso cheio de verde e patinhos e lagos – e depois de outros cafés serem abertos e fechados no mesmo lugar, agora também tem o Bistrô República (que, pelo que vocês podem ver na foto, não é somente um café, já que tem até feijoada!).

Fui no café esse dia porque era aniversário de um amigão meu, então eu já sabia que seria bom (café da manhã + amigos delícia, o que mais eu podia querer?), mas não sabia que seria tão bom. Além de conhecer amigos do meu amigo lá e ter conversas totalmente inspiradoras e instigantes (adoro gente inteligente e mente aberta!), o espaço onde fica o café também é super inspirador. Ele fica num cantinho mais escondido do jardim do Palácio, então fica mais reservado e sem muito barulho (apesar de tudo lá ser lindo, muitos pais levam crianças, então às vezes o jardim pode ficar barulhento demais). E como lá tem muitas árvores, mesmo se o dia estiver quente (como de fato estava), você nem sente porque tem sombra e ventinho. E eu tenho essa coisa com natureza, uma ligação imensa, então estar ali, perto do verde, tomando um café e batendo um papo gostoso, com pessoas queridas foi muito, muito gostoso! Dá vontade de ficar o dia inteiro lá!

A
A “vista” que se tem sentado no banco do café. Sombra e natureza!

Agora vamos ao que realmente interessa pra vocês: a comida. Afinal, pra quem está procurando um lugar pra comer, não adianta nada o local ser lindo e agradável e a comida ruim. Bem, às vezes até vale a pena, mas isso é gosto pessoal e outra história!

Como faz muito tempo que fui (sim, três meses é muito pra minha memória), eu não lembro lá com tanta clareza o que pedi exatamente. Por exemplo, achei a foto de um bolo que aparentemente eu comi, mas não me lembro. Por isso, não falarei dele e só comentarei sobre aquilo que lembro ter comido. Como o misto quente que pedi, que lembro estar gostoso. Não me satisfez (sinto muuuuuuuuita fome de manhã), mas estava gostoso. Assim como o suco de laranja que bebi e o café que tomei depois (provavelmente com o bolo que não me lembro). Assim, nada era extraordinário, mas tudo era bom. Marido pediu um croissant com chocolate frio que lembro que ele elogiou também.

20150301_103013
Minha pedida.
20150301_103019
Pedida do marido.

O atendimento era bom, todas as meninas bem simpáticas. E o preço é na faixa, aquela coisa, valor zona sul. Mas zona low-cost, e não zona sul Ipanema, Leblon, uma zona sul Botafogo, Laranjeiras, Flamengo… Ou seja, não é baratinho, mas também não é super caro. E lá eles aceitam cartão.

20150301_105123
Café biíto!
20150301_105117
Bolinho que não lembro ter comido. Mas pelo visto era de chocolate!

Mas o que mais gostei lá foi mesmo o ambiente, agradabilíssimo! E depois ainda dá pra visitar o museu, e ficar um tempo  no jardim, passeando, relaxando, tirando fotos… Diliça!

Bolinhos no balcão.
Bolinhos no balcão.
Patinho fofo na beira do lago. Pra quem tem medo, pode ficar tranquilo, eles não atacam (se você não instigar, claro).
Patinho fofo na beira do lago. Pra quem tem medo, pode ficar tranquilo, eles não atacam (se você não instigar, claro).

Endereço: Rua do Catete – 153, Catete.

Horário de Funcionamento: Diariamente, das 09h às 20h.

Minhas fotos favoritas do dia e pessoas que eu adoro!!!!!!!! Marido, Dani (o aniversariante), Gu e Ju!! Lindos da vida!
Minhas fotos favoritas do dia e pessoas que eu adoro!!!!!!!! Marido, Gu, Dani (o aniversariante) e Ju!! Lindos da vida!

Segue eu!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

1535031_10202135446521247_1053149576_n