Como você escreve?

Olá pessoas!

Lembra que eu falei que esse mês eu ia falar um pouco mais sobre literatura? Então, hoje é um desses dias.

Se você sempre se perguntou como escritores escrevem, o que os faz escrever, como eles escrevem, como eles tem que estar se sentindo pra escrever, agora você descobrirá! Conversei um pouco com dois amigos meus, Daniel e Marina, que, assim como eu, escrevem (e eles escrevem muito bem) sobre escrita e nossos jeitos de escrever. Só dar play no vídeo aí abaixo pra descobrir. Esse é o só o primeiro de uma série de vídeos assim porque, obviamente, falamos demais e não coube tudo num só vídeo. hehehe E, por favor, se você também escreve, me diga nos comentários como vocês precisam estar pra escrever e tudo que envolve a sua escrita.

_________♡_____________♥________

Quero pedir desculpas por estar meio sumida e escrevendo pouco, mas tô enlouquecida aqui com uns projetos paralelos e sem tempo de passar por aqui. 😦 Mas em breve estarei de volta!

_________♥_____________♡________

Segue eu!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

Meus livros!

Queria Tanto (primeiro livro, publicado em 2011)

Coisas não ditas (segundo livro, publicado em 2013)

1535031_10202135446521247_1053149576_n1

Escrever

Sabe quando você está tão cansado que não consegue fazer nada? Não para de encarar a bagunça da sala,  mas sente que não tem condições físicas de colocar tudo no lugar? Você até esquece que colocou a garrafa de água pra encher e quando entra na cozinha, uma hora depois, ela está transbordando e alagando a pia inteira, molhando toda a louça que já estava seca, mas você não teve ânimo para guardar.

Sua cabeça lateja e você tem certeza de que toda exaustão física está,  de algum jeito, ligada à sua exaustão mental, à sua incansável tentativa de arrumar algo pra fazer da vida, de encontrar alguma coisa que você faça bem, ou de, pelo menos, arranjar um emprego qualquer que parece não existir em meio à crise econômica em que seu país se encontra. E aí você cansa. Cansa de pensar, de tentar, de tudo. E a cabeça está quase explodindo. Apesar de você saber que só existe uma coisa que você sabe fazer bem: contar histórias.

Sabe, eu ando por aí inventando histórias. Toda situação é passível a anotações. Até a situação mais trivial, como encher uma garrafa de água ou arrumar uma sala, acaba nas folhas de papel, como se fosse o acontecimento mais importante do mundo. Foi assim que esse texto começou. Mas não sai daí. Nada sai dos cadernos, fica por aí mesmo. Nas histórias,  na minha cabeça. Porque na vida real nada acontece. Não num país onde não dá pra viver de livro. E aí,  o que fazer,  além de continuar a ver histórias incríveis em detalhes cotidianos?

image

_________♡_____________♥________

Pessoas bonitas! Quero pedir desculpas pelo sumiço. Tava organizando um brechó esperto com as amigas e o tempo das últimas semanas foi todo pra ele. Mas o evento foi um sucesso e, em breve, falarei mais dele por aqui. Mas agora estou de volta!  Tava com saudades de vocês!

Beijocas!

_________♥_____________♡________

Segue eu!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

1535031_10202135446521247_1053149576_n