Comemorações e cupcakes!

Tenho muitas coisas pra comemorar hoje. Hoje é aniversário da minha querida e amada mãe (sim, pertinho do dia das mães, todo ano tenho que desembolsar uma grana pra dar DOIS presentes pra ela, mesmo se o aniversário cai no mesmo dia que o dia das mães. mas ela merece, né?) E alguns dias atrás fiz meu 100o post! CENTÉSIMO! Yay! E não há melhor forma de comemorar do que com bolo, certo? Então bolo teremos! Cupcakes, na verdade, que é bem mais gostosinho! Feitos por mim! Na verdade, feitos pela minha amiga Marina Carino, eu só tava lá de figuração. Hahahahaha Gravamos um vídeo pro meu canal lá na casa dela, junto com a irmã dela Clarissa, do blog Uma Garota Carioca (tem post no blog sobre o dia, clica aqui!), e nossa amiga Thais (e o gato da Marina, o Panetone!) fazendo uma bagunça imensa ensinando a fazer cupcakes e tá lá no meu canal. Mas claro que eu vou ser boazinha e colocar aqui umas fotinhos pra deixar todos vocês com água na boca (ok, acho que não fui tão boazinha assim)!

Marina e eu!
Marina e eu, as fazedoras de cupcake!
Plaquinha fofa da cozinha das Carino, feita pela mãe delas, que é super talentosa!
Plaquinha fofa da cozinha das Carino, feita pela mãe delas, que é super talentosa!
Será que tá tudo certo?
Será que tá tudo certo?
Tava tudo certo sim, e olha que cara fantástica da massa!
Tava tudo certo sim, e olha que cara fantástica da massa!

11088400_949383421759620_8537270616677160551_n

Nossas fotógrafas e ajudantes a preencher forminha.
Nossas fotógrafas e ajudantes a preencher forminha.

As fotógrafas do dia foram a Clarissa e a Thais, amiga nossa que fez curso de fotografia e tá tirando umas fotos bem legais! Então era uma de “olha pra câmera”, “ah, mas qual câmera?”, “a da foto”, “ah, pensei que era a que tá gravando” sem fim! Foi muito divertido! Dá pra perceber no vídeo. Acho que vocês vão dar boas risadas com a gente!

Indo pro forno.
Indo pro forno.
Marina dando uma de menina Fantasia (ai meu deus, será que vcs tem idade pra entender essa referência? não me façam me sentir velha!!!) enquanto espera os cupcakes ficarem prontos.
Marina dando uma de menina Fantasia (ai meu deus, será que vcs tem idade pra entender essa referência? não me façam me sentir velha!!!) enquanto espera os cupcakes ficarem prontos.
Visita do Panetone!
Visita do Panetone!
Fresh out of the oven e já colocando o recheio.
Fresh out of the oven e já colocando o recheio.
Confeitando. Marina fazendo do jeito certo, e eu fazendo besteira.
Confeitando. Marina fazendo do jeito certo, e eu fazendo besteira.

E agora, o momento que todos estavam esperando: os cupcakes prontos! TCHARAM!!!!!! 11140176_949384408426188_4824834165879053082_o 11136160_949384361759526_705072714989147535_o

Como vocês podem perceber, eu sou uma criança e não consigo tirar uma foto séria.
Como vocês podem perceber, eu sou uma criança e não consigo tirar uma foto séria.

Ah! E claro que não posso esquecer de colocar o vídeo aqui pra vocês! Aliás, vocês já estão inscritos no canal? Tem muita coisa legal (e participações também!) e eu não coloco todos os vídeos aqui no blog, então curte e se inscreve no canal que aí sim vocês vão sempre ver quando tem vídeo novo, ok? E se vocês gostarem do vídeo, compartilhem também, que já ajuda muito! 🙂 https://www.youtube.com/watch?v=yaUfhHiX5M0 Beijos e bora comer bolo! Segue eu! Facebook * Twitter * Instagram * YouTube 1535031_10202135446521247_1053149576_n

Mãe é tudo igual? ou Ode às mães

Bom dia, pia! Ou seria boa tarde, alarde? Enfim, seja a hora do dia que for, olá!!!!!!!!!!!!!!

Ontem foi dia das mães e espero que o dia de todos vocês tenha sido lindo! Passei o meu com minha mami e minha sogra, tomamos café, jogamos memória e quebra-cabeça, depois almoçamos, foi uma delícia! E aproveito o post para, mais uma vez, agradecer minha mãe por tudo que fez por mim durante esses (gulp!) 30 anos, apesar das brigas eventuais. hahahahaha Isso que dá colocar duas taurinas juntas!

Aproveitando a data especial, resolvi listar por aqui as 5 mães da ficção que eu consegui lembrar mais gosto. Tem seriado, livro, tem… Bem, na verdade só tem livro e seriado mesmo. #Sériemaníaca #Bookaholic Quero ver se vocês concordam. Sempre falo isso, né? Mas é porque realmente fico curiosa pra saber a opinião de vocês, quando vocês não me dizem fico aqui nervosa pensando “ai, o que será que eles acharam?”. (ansiosa? nervosa? que isso!) Bem, chega de lenga-lenga, né?

1. Liliy Potter (Harry Potter)

A mamãe número um não poderia ser outra que não a mãe do bruxo mais amado do mundo (ok que amo mais o Ron, mas isso não vem ao caso), afinal, ela deu a vida dela pra salvar o Harry. DEU A VIDA DELA!!!!!!!!!!!!!! Sua mãe pode ter te ensinado várias coisas, mas ela não preferiu morrer a ver você morto (ok, eu sei que todas as mães fariam isso – ou deveriam, pelo menos, porque sei de algumas que não fariam). Então não tem pra ninguém nesse número 1 aqui, só podia ser ela!

2. Molly Weasley (Harry Potter)

Continuando no mundo fantástico de Harry Potter, a segunda mãe que vale muito a pena ser mencionada é a Molly Weasley. Os Weasley são a minha família favorita da série, todos os personagens são fantásticos, tem características muito marcantes e todo mundo sabe que são o comic relief dos livros. Eles são hilários! E ruivos! #todoamoraosruivos E a Molly é uma das melhores da família (digo uma das melhores porque ninguém supera meu amor de toda vida, o Ron, e os gêmeos são os gêmeos). O jeito duro e carinhoso (sim, isso é possível) que trata seus filhos, o jeito que faz cada um deles passar vergonha (alguém consegue esquecer do berrado que o Ron recebeu em plena mesa?), e a fofura que ela é com todo mundo, super mãezona mesmo, tudo isso é de se apaixonar instantaneamente por ela. Ela é protetora e badass ao mesmo tempo. Uma das melhores personagens da série, sem sombra de dúvida, e uma das melhores, mães do mundo.

3. Regina/Evil Queen (Once upon a time)

Há um tempo, resolvi dar uma segunda chance a Once upon a time e a série me pegou de jeito novamente. E comecei a adorar uma personagem que eu já achava ótima no começo, mas que agora percebi ser a melhor personagem da série: a Rainha Má (ou Regina, como você preferir). Não sei se você gosta ou não gosta dela (eu amo!), mas uma coisa não tem como negar: ela é uma mãe foda! Tudo que ela faz é pensando no Henry (ok, algumas são pensando em vingança), e ela vai até seu limite pra proteger aquele garoto, passando por cima de tudo e todos (literalmente). Às vezes, até de seu próprio orgulho. Não vou falar muito mais porque não quero dar spoilers, mas se você tem uma mãe como a Regina, você não precisa se preocupar com nada. E já está mais que claro que ela ama o Henry de verdade, com todo pedaço de seu negro coração.

200_s (1)

4. Claire (Modern Family)

Eu AMO a Claire! Na verdade, difícil falar um personagem que eu não ame em Modern Family. Mas como estamos falando de mães, a Claire não podia ficar fora dessa lista. Não, ela não é a mãe perfeita, mas quem disse que perfeição é legal? A graça da Claire é que ela não é perfeita! A graça dela é a maluquice, é a total insanidade, é sua tentativa sem fim de deixar tudo organizado na vida de todo mundo, mesmo sendo impossível! São os surtos, os gritos, a competitividade. E, ainda assim, é óbvio que ela ama aqueles três filhos de enlouquecer dela (eu daria um tapa no momento que a Hailey e a Alex começassem a brigar e falar “mom!”) e faria (e faz) de tudo por eles (vide os momentos fofos que a série tem). Sem contar que o fato de ela achar que está sempre certa me lembra um pouquinho uma certa mãe que conheço desde que nasci… 😉

5. Nora Walker (Brothers and Sisters)

Eu AMAVA Brothers and sisters e tinha uma huge crush no Dave Annable, o filho mais novo (Justin). Ah é, isso não tem nada a ver com o assunto de hoje, né? (ainda faço um post só sobre homens gatos de séries, ah, se faço!)

Como Brothers and sisters não foi uma série muito assistida por aqui (pelo menos, não por pessoas xóvens), falarei um pouco sobre ela. O seriado era sobre uma família, os Walker (sobrenome foda! adoro!), que consistia em 9 pessoas: Nora (a mãe),  Sarah, Kitty, Tommy, Kevin e Justin (os filhos), Saul (o irmão da mãe) e Paige e Cooper (filhos de Sarah). Como a série centrava mais nos adultos da família, as crianças não apareciam muito (graças a Deus), então mostrava muito o relacionamento dos membros mais velhos dessa família. E era hilário. Brothers and sisters era considerada drama, mas era impossível não rir em todos os episódios, de tão confusa era a família. Sabe como é família grande (quem tem uma, como eu, sabe): todo mundo falando ao mesmo tempo, brigas, dramas, etc etc etc. E o centro disso tudo era a Nora, a matriarca (o marido morre logo no primeiro episódio), que tem que colocar ordem na bagunça.

Apesar de já ter lá seus 60 anos, Nora era super ativa (até demais), doidinha e tem o pulso mega firme. Tinha umas tiradas que te faziam morrer de rir, e o jeito que tratava os filhos era como se todos ainda fossem crianças, ou adolescentes. Sério, se você nunca viu Bothers and sisters, corre lá pra ver porque é o máximo. Eu sinto muito falta. E pela primeira vez na vida, uma personagem bem mais velha que eu, como é o caso da Nora, é uma das minhas favoritas (Justin era meu favorito, mas ela era a segunda, com certeza!). Mas também pesa o fato de quem interpretava ela era a fantástica Sally Field, né?

E é isso. Meu Top 5 mães da ficção. Vocês concordam com minha seleção ou colocariam outras na lista? Me contem! E me sigam!

Facebook * Twitter * Instagram * YouTube

Eu e minha mãe no dia do meu aniversário.
Eu e minha mãe no dia do meu aniversário.

1535031_10202135446521247_1053149576_n